2

Projeto Menina Bonita do Laço de Fita



PROJETO: Menina bonita do laço de fita
DURAÇÃO: 3 dias
PÚBLICO ALVO: Alunos do CMEI Cantinho das Crianças
FAIXA ETÁRIA: 3anos, 4 anos e 5anos


JUSTIFICATIVA:
Trabalhar as questões étnicas raciais com crianças pequenas pode trazer resultados positivos, uma vez que elas passam a considerar as diferenças e como a escola deve divulgar o lado positivo da história negra. A literatura infantil “ Menina bonita do laço de fita” um clássico de Ana Maria Machado será o meio mais prazeroso para tratar desta questão com crianças, pela forma sutil e prazerosa que a autora trata a beleza negra, com muita delicadeza, com simplicidade, usando uma linguagem suave que encanta a criança, porém forte, permitindo, portanto, aos professores junto às crianças refletir sobre as questões raciais, afetivas, familiares e as diferenças de cor.

OBJETIVO GERAL:
Levar ao aluno à valorização do ser humano, ajudando-os na reflexão, quanto ás semelhanças, diferenças étnicas e sociais e relações familiares.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
- Apropriar de valores como o respeito a si próprio e ao outro;
- Elevar a auto estima das crianças negras;
- Promover discussão sobre os valores humanos, da beleza negra e da diversidade;
- Levar a criança a perceber, que suas heranças, desde do seu cabelo até a cor de sua pele muitas vezes são herdadas de seus familiares;
- Respeitar as diferenças.

CONTEÚDOS;
- Identidade;
- A Afetividade;
- A Família;
- Diversidade étnica e cultural.

RECURSOS MATERIAS:
Livro “ Menina bonita do laço de fita”, papel metro, cola, pincel, jornais, revistas, encartes, tesoura.

SITUAÇÕES DIDÁTICAS: 
- Organizar uma roda de conversa para iniciar a ler o livro;
- Falar sobre a autora da história, como uma escritora que gosta de escrever, principalmente para criança;
- Durante a leitura ocultar as gravuras e instigar a curiosidade nas crianças;
- Depois mostrar a capa do livro para as crianças, fazendo questionamento sobre a ilustração. A cor da pele da menina, o cabelo...
- Ler a história, explorando bastante. Falar sobre as características que herdamos de nossos pais, das particularidades de cada um, cor, estatura, cabelos, lábios... Saber, portanto, das diferenças que muitas vezes são herdados dos nossos familiares.
- Explorar o relato das crianças: Se gostam ou não do personagem e por quê;
- Esclarecer para as crianças que todos têm em sua origem, uma historia e que ninguém é igual a ninguém.

CULMINÂNCIA:
Construção de um painel com fotos que apareçam pessoas de várias cores, com o título: VIVA AS DIFERENÇAS!

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:
Machado. Ana Maria: Menina bonita do laço de fita. 7º edição. São Paulo. Ártica, 2005


RELATÓRIO:

INTRODUÇÃO:

O trabalho foi elaborado e executado no Centro de Educação Infantil, em uma turma de 3, 4 e 5 anos cujo o objetivo foi: levar ao aluno à valorização do ser humano, ajudando-os a reflexão, quanto as semelhanças, diferenças étnicas e sócias e relações familiares.
Durante todo o trabalho pode perceber que trabalhar nessa faixa etária é muito interessante, pela ausência de indicio de descriminação. Este grupo de crianças revelou a possibilidade de transformação de valores de (pré) conceitos construídos socialmente.
Foi realizado um trabalho no período de três dias, levando em conta a pouca idade das crianças e por permanecer nessa instituição de ensino em tempo integral, portanto, possuindo um rotina já determinada. Cada aula teve a duração de 1h e 25 min, transcorrida com as situações descritas no projeto.
No primeiro dia todos em circulo para ouvir a historia, um aluno pediu para conhecer a personagem principal e ao ser apresentado demonstrou um ar de decepcionado, porém ficou calado, contudo toda a turma ficou interessado pela historia e comentando sempre da beleza da personagem, comparando-a a uma colega negra com laço de fita e bem querida pelo grupo. Uns diziam: “ Ela é linda como Adriele!”
Todos na hora da brincadeira só queriam brincar com a boneca preta, dizendo que ela era linda. Diante da reação das crianças percebe-se que a história de Ana Maria Machado realmente realiza aquilo que se propõe: a representação de superação do preconceito representando um imaginário inclusivo nas crianças, apesar dos argumentos não muito convicentes no final do livro. Porém não se pode negar a forma positiva, cujo o efeito indiscutivelmente, projeta a valoração da raça negra e as crianças notam isso.
Com o envolvimento das crianças e a forma prazerosa como desenvolveram os trabalhos, todos a escola resolveram e perceberam a importância de trabalhar com o livro “ Menina bonita do laço de fita” e as questões raciais Vide anexos.
Tivemos algumas dificuldades na hora de coletar figuras de pessoas de várias cores, poucos negros e índios foram encontrados, sendo necessário comprar uma revista voltada para a raça negra.

CONCLUSÃO:

Trabalhar a questão étnicas-raciais e culturais com crianças pequenas foi bastante prazerosa, pois trouxe resultados positivos, uma vez que elas passam a considerar as diferenças ( não apenas as ligadas ao tom da pele)como algo presentes em outras questões.
A partir do que foi observado no decorrer dos trabalhos percebe-se que a escola não pode perder tempo para iniciar discussões sobre questões de gênero e raça/etnia, cidadania, sexualidade , linguagem e relações de gêneros para que se possa realmente ter uma escola inclusiva, formando para a cidadania.



ANEXOS A: Momentos da leitura

2 comentários:

Tomaz Santuzzi

PARABÉNS PELO BLOG! AMEI ESSE PROJETO PARA PRÓXIMO MÊS EM QUE TRABALHAREMOS O TEMA CONSCIÊNCIA NEGRA PARA OS PEQUENOS ELE ESTÁ MUITO BOM. PEGUEI ALGUMAS SUGESTÕES DO SEU PROJETO. MUITO OBRIGADA.

Aquarela da criança

Nossa que trabalho lindo o seu!
Estou no 2º período de Pedagogia e tenho um trabalho para apresentar "um Plano de aula". Resolvi escolher o tema " menina bonita do laço de fita". Daí fui pesquisar imagens e mais algumas ideias e descobrir seu blog, e ele é simplesmente d++++!
Trabalho em uma creche e amo o que faço!
Beijos Keila Borges
Parabéns!!!

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2012 - Todos os direitos reservados | Template by Bety Santana